Palmeiras vence Chapecoense fora de casa e mantém liderança mesmo com jogo a menos

  • 27/04/2016
  • 0 Comentário(s)

Palmeiras vence Chapecoense fora de casa e mantém liderança mesmo com jogo a menos

O Palmeiras continua sobrando no Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo, em Chapecó, o time de Luiz Felipe Scolari venceu a Chape por 2 a 1, mantendo a liderança do torneio, agora com 16 pontos, um a mais do que o Atlético-MG e ainda sem contar os três da vitória sobre o Botafogo, em caso a ser analisado pelo STJD (em julgamento a ser marcado). São agora 30 jogos consecutivos sem derrota do Palmeiras no Brasileirão (contando a partida com o Botafogo), terceira maior marca da história da competição (atrás de Botafogo e Santa Cruz, ambos entre 1977 e 1978, sendo o primeiro com 42 jogos e o segundo com 35). Já a Chape, com sete pontos, está a apenas um da zona do rebaixamento.

Destaque do jogo, Dudu abriu o placar, Everaldo empatou de pênalti e Marcos Rocha deu a vitória ao Palmeiras. Todos os gols foram no primeiro tempo.

Na próxima rodada, o Palmeiras recebe o Athletico Paranaense, sábado, às 16h30, em São Paulo. Já a Chapecoense encara o Goiás, na segunda-feira que vem, às 20h, em Goiânia.

O VAR trabalhou - e bem - no primeiro tempo do jogo. Na avaliação do comentarista Paulo César de Oliveira, da Central do Apito, a arbitragem comandada por Rodolpho Toski Marques (Fifa) acertou ao não validar um gol de Rildo (por impedimento) e ao marcar pênalti para a Chape (em lance de mão na bola de Deyverson). Sobre este segundo lance, aliás, uma curiosidade que mostra fair play de Felipão: antes mesmo de o árbitro marcar o penal, o técnico do Palmeiras disse no banco: "Foi pênalti".

Foram 45 minutos agitados. A Chape começou melhor e chegou a marcar, com Rildo, mas o gol foi corretamente anulado por impedimento. O Palmeiras reagiu e abriu o placar com Dudu, aos 31, aproveitando ótima jogada de Zé Rafael. Três minutos depois, porém, Deyverson fez um pênalti tão claro que até Felipão, no banco de reservas, comentou: "Foi penal". O árbitro Rodolpho Toski Marques (Fifa), porém, teve de recorrer ao VAR para marcar o pênalti, que Everaldo converteu. No último minuto do primeiro tempo, Marcos Rocha, pegando sobra de bola espirrada na área, voltou a colocar o Palmeiras em vantagem.

O Palmeiras soube cozinhar a Chapecoense, segurando a vantagem e criando chances para chegar ao terceiro gol, principalmente com Dudu, novamente destaque do time de Felipão. A Chape assustou em chutes de fora da área, com Everaldo e Elicarlos. No geral, porém, o Palmeiras passou sem sustos.

Em sua reestreia pela Chape, meia revela carinho por Cleber Santana na hora da escolha do número da camisa.

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

top1
1. Anderson Freire

Raridade

top2
2. Bruna Karla

Advogado Fiel

top3
3. Aline Barros

Casa do pai

top4
4. Anderson Freire

Acalma o meu coração

top5
5. Aline Barros

Ressuscita-me

Anunciantes